Caros sócios, simpatizantes e amigos do Ribatejano Futebol Clube Valadense, lanço o apelo para quem quiser ser colaborador deste blog que envie o seu e-mail e nome para vascocas@gmail.com

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

"Mentalidade de alpinista"

8ª jornada - 30 de Novembro de 2008

Tigres do Cartaxo - ISENTO

Alencalense 2 - 3 Valada

Ereira 3 - 0 Lapa

Vale da Pinta 5 - 1 Granho

Vilanovense - Vale Paraíso (adiado)

7 comentários:

João Pedro Costa disse...

Parabéns pela vossa vitória. Quando cheguei ao campo do Alencalense estava o Ribatejano Valadense a festejar o seu 2º golo, pelo que só tive oportunidade de ver "in loco" o 3º golo e como estava num local privilegiado, pude ver que a bola entrou na sua totalidade :)

Penso, na minha opinião, e ressalvo isso mesmo, a minha opinião, que um dos vossos centrais poderia muito bem ter sido expulso, na 1ª parte, já que joga deliberadamente a bola com as 2 mãos, quando era precisamente o último defesa do Ribatejano Valadense e com 2 jogadores contrários nas suas costas. Pensou o árbitro que não era assim e admoestou-o apenas com o amarelo.

Mais uma ressalva, caríssima Vanessa: O nº 10 jogou de início? É que tenho a percepção que o Henrique Abade entrou na 2ª parte. Mas corrijam-me se estiver errado, mas tenho essa sensação, até porque comentei esse facto com o vosso atleta Vasco Casimiro :).

Agora que folgam na próxima jornada, vão ficar à espera de uma proezazita do Vilanovense no campo dos Tigres não é? Ah pois é :))) Vamos lá a ver o que dá o jogo de domingo.

Mais uma vez, parabéns pelo vosso campeonato.

VanessaBrás disse...

ola caro leitor e participante activo aqui no blog João Pedro Costa

Bom relativamente ao Henrrique Abade, sim ele jogou de inicio e foi substituido ainda na primeira parte.. até pq ele teve o resto do jogo perto da cabine de suplentes mas do lado de fora já com o banhito tomado :) hehe
Mas é bom que sejam colocadas essas questões assim podemos sempre ajudar a esclarecer algo q nem sempre se tenha a certeza :)
também se fosse eu a errada certamente que agradeçia que me retificasse:)

João Pedro Costa disse...

Caríssima Vanessa, então sou que tenho de me penitenciar, pois tive toda a sensação que o nº 10 tinha entrado na 2ª parte. Foi falha minha. Estava com o Vasco Casimiro na 2ª parte e até comentei esse facto. Fui eu quem viu mau o nº da camisola...rsrsrs
Peço desculpa por isso e ao jogador em questão.

Enfim, só não erra quem não escreve ;)

Vasco Miguel Casimiro disse...

Houve apenas aqui uma troca de números :)

O Henrique Abade jogou de início e foi substituído ainda antes do intervalo, não sei qual foi o número que ele utilizou; foi ele que fez aquela falta que podia ter dado vermelho directo por mão na bola.
O nº10 foi utilizado pelo Ricardinho que entrou já na 2ª parte do jogo :)

Espero que fiquem esclarecidos.

Cumprimentos

Vasco Miguel Casimiro

João Pedro Costa disse...

Completamente esclarecido caro Vasco. Então foi mesmo uma troca de números :)

Cumprimentos
João Pedro Costa

VanessaBrás disse...

ahhh eu nao sabia q o ricardinho tinha jogado com o 10 ... é que o henrique tinha ficado com a camisola 10, aquando do vosso leilão :S ..
hummm isto está aqui é um pequeno equivoco .. é que eu de acordo com o leilão feito coloquei o ricardo com o 13 numero com o qual era suposto ele jogar sempre, e o Henrique com o 10.
Sendo assim é possivel sim senhor ter visto o numero 10 em campo apenas na segunda parte, mas o numero 10 que neste jogo foi o Ricardo e não o Henrique.

Maltinha sempre q mudarem de camisolas avisem LOOL lol é que nao posso estar atenta a tudo LOOL

Bem parece Que o Sr. João pedro Costa tem razão LOOL o 10 jogou mesmo na segunda parte.. nao era era o Henrique abade mas sim o Ricardinho LOL
foi um pequeno lapso de numero de camisola LOL ( ninguem os manda andar a trocar ..) ahahaha

Vasco Miguel Casimiro disse...

Efectivamente, no leilão dos números o Henrique ficou com o 10 e até chegou a jogar com esse número. Contudo, posteriormente houve outra troca ;) e julgo que agora é o Ricardinho a usar o 10 :)

Cumprimentos,

Vasco Miguel Casimiro